sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Alemães conseguem curar camundongos com HIV

Os cientistas criaram uma enzima e a manipularam para quepudesse identificar o HIV e destruí-lo dentro de uma sequência de DNA

Vanessa Daraya


Camundongo: segundo a pesquisa, a cura dos camundongos aconteceu em mais de 90% dos casos
A esperança de descobrir uma cura para a Aids acaba de ser renovada. Cientistas da Alemanha conseguiram curar camundongos com HIV. O método usa uma enzima capaz de eliminar o vírus no DNA das células infectadas.
As informações são do portal The Local. Os biomédicos envolvidos com os experimentos são da Universidade Técnica de Dresden, na Alemanha.
Segundo a pesquisa, a cura dos camundongos aconteceu em mais de 90% dos casos. O próximo passo do estudo será fazer testes em seres humanos.
Os cientistas criaram uma enzima e a manipularam para que pudesse identificar o HIV e destruí-lo dentro de uma sequência de DNA.
Depois, aplicaram essa enzima nas células-tronco extraídas de uma simples amostra de sangue. Esse processo pode fazer com que as células autoimunes se reproduzam e eliminem o vírus das células infectadas.
Para ver se a técnica funcionará em seres humanos, os pesquisadores precisam captar recursos para as novas fases do projeto.
Segundo Frank Buchholz, o líder da equipe, se o método realmente funcionar e todas as etapas forem cumpridas conforme o planejado, a técnica poderá estar pronta para o uso na medicina em 10 anos.

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Mobilidade na Copa tem 75% das obras atrasadas ou descartadas

A partir da proxima quinta-feira (12), vão faltar seis meses até o jogo de abertura da Copa do Mundo 2014 no Brasil. Segundo dados dos comitês gestores locais do evento, 75,6% das obras de mobilidade previstas para o Mundial estão atrasadas ou não serão entregues para a competição. Além disso, muitas delas custarão mais caro do que o governo previu.
G1 publica, entre 9 e 15 de dezembro, uma série de reportagens sobre os preparativos para a Copa do Mundo 2014.
Segundo o levantamento, das 74 ações de mobilidade, 18 não serão mais entregues e outras 38 tiveram prazos prorrogados, a grande maioria para maio de 2014, a um mês do evento (Veja o andamento das obras na tabela abaixo).
Os projetos de mobilidade, anunciados como carro-chefe do mundial e essenciais para os deslocamentos até os estádios e dentro das cidades onde ocorrerão os jogos, recebem verba federal, municipal e estadual.
Entre as justificativas apontadas pelos gestores para o atraso ou cancelamento das obras estão burocracia, chuvas, imprevistos, disputas judiciais sobre desapropriações, impasse para obtenção de licenças, entre outros.
Hoje, a matriz de responsabilidade (documento que contém os projetos de cada sede) conta com 45 projetos de mobilidade em andamento ou concluídos, segundo o Ministério do Esporte.
Onze foram transferidos para a carteira do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). Isso significa que elas continuam em andamento, mas não mais para a Copa.
Os atrasos e mudanças na matriz diminuíram o total de investimentos previstos para mobilidade de R$ 11,9 bilhões para os atuais R$ 7,02 bilhões. O gasto nessa área será menor do que os R$ 8 bilhões destinados aos estádios.
G1 também apurou que, apesar da redução nos investimentos, parte das obras custarão mais caro aos cofres públicos. É o caso do Corredor Aeroporto-Rodoferroviária, em Curitiba, cujo preço inicial saltou de R$ 104,8 milhões na matriz de 2010 para R$ 143,19 milhões.
O VLT de Cuiabá passou de R$ 1,26 bilhão para R$ 1,57 bilhão, e o BRT (Bus Rapid Transit) Antônio Carlos / Pedro I, em Belo Horizonte, custará R$ 713,4, ante os R$ 633,9 milhões inicialmente orçados.
A pasta diz que "os ajustes orçamentários realizados na execução de obras podem ocorrer em qualquer projeto, em razão das circunstâncias que se apresentam. Principalmente, em grandes obras".
"Muitas vezes, esses ajustes são feitos devido ao formato em que as licitações foram feitas. Os ajustes podem acontecer também por alterações no empreendimento original", afirma o governo.
A previsão de gastos com a Copa já chegou a ser estimada em R$ 33 bilhões, mas diminuiu em razão das desistências. Da previsão atual de R$ 25,6 bilhões, apenas R$ 3,8 bilhões são de recursos privados.
"Alguns projetos deixaram a matriz, resultando na redução do valor global de investimento. Os projetos retirados integraram o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e serão concluídos", complementa o ministério.
"Vale destacar que todas as obras da Matriz de Responsabilidades da Copa do Mundo – incluindo estádios, mobilidade urbana, portos e aeroportos – são fiscalizadas por diversos órgãos de controle, como CGU, TCU, Tribunais de Contas Estaduais e Ministério Público", conclui a pasta.
E depois dizem que agente briga por 20 centavos, conforme a reportagem apurou, 75% das obras estão atrasadas ou descartadas, e as que foram mantidas, foram diminuídos os valores investidos, ou seja, resumiram o que seriam feito!!! (talvez para que se desse tempo de terminar!)
Com essa copa estaremos admitindo a incompetência da gestão pública, em todas as esferas de Governo, do nosso país!!!
Será que haverão manifestações na copa????

domingo, 8 de dezembro de 2013

Brasil tem resultado pior do que EUA e países europeus

Queda de 0,5% no PIB brasileiro no 3º trimestre deste ano foi um resultado pior do que o obtido pelas economias dos EUA e dos principais países europeus


A queda de 0,5% no Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro no terceiro trimestre deste ano, na comparação com o trimestre anterior, foi um resultado pior do que o obtido pelas economias dos Estados Unidos e dos principais países europeus.
A economia americana avançou 0,7%, enquanto a União Europeia teve um aumento de 0,2% no PIB. Também tiveram crescimento o Reino Unido (0,8%), Alemanha (0,3%), Portugal (0,2%), Holanda (0,1%) e Espanha (0,1%).
Mesmo países que tiveram queda na economia na Europa tiveram um resultado melhor que o do Brasil, como a França (-0,1%) e a Itália (-0,1%). Coreia do Sul (1,1%), Japão (0,5%) e México (0,8%) também tiveram resultado melhor do que o brasileiro.
Na comparação do terceiro trimestre deste ano com o mesmo período do ano passado, a economia brasileira cresceu 2,2%. O resultado foi inferior ao obtido pela China (7,8%) e Índia (4,8%), mas melhor do que o registrado na África do Sul (1,8%) e Rússia (1,2%)


Definitivamente, essas concessões como forma de injetar dinheiro na economia através dos investimentos em infra-estrutura e redução do Custo Brasil chegaram tarde, o país está com seus piores resultados a cada trimestre que passa! O Governo acreditou que o PAC resolveria esse problema eternamente, e ficou batendo na tecla do Pré-Sal, e esqueceu de reagir!
Dilma, ta demorando pra fazer substituições nessa equipe econômica!



Vitor Abdala, da 

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Brasil tem resultado pior do que EUA e países europeus

Queda de 0,5% no PIB brasileiro no 3º trimestre deste ano foi um resultado pior do que o obtido pelas economias dos EUA e dos principais países europeus

Vitor Abdala, da 


A queda de 0,5% no Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro no terceiro trimestre deste ano, na comparação com o trimestre anterior, foi um resultado pior do que o obtido pelas economias dos Estados Unidos e dos principais países europeus.
A economia americana avançou 0,7%, enquanto a União Europeia teve um aumento de 0,2% no PIB. Também tiveram crescimento o Reino Unido (0,8%), Alemanha (0,3%), Portugal (0,2%), Holanda (0,1%) e Espanha (0,1%).
Mesmo países que tiveram queda na economia na Europa tiveram um resultado melhor que o do Brasil, como a França (-0,1%) e a Itália (-0,1%). Coreia do Sul (1,1%), Japão (0,5%) e México (0,8%) também tiveram resultado melhor do que o brasileiro.
Na comparação do terceiro trimestre deste ano com o mesmo período do ano passado, a economia brasileira cresceu 2,2%. O resultado foi inferior ao obtido pela China (7,8%) e Índia (4,8%), mas melhor do que o registrado na África do Sul (1,8%) e Rússia (1,2%)
Definitivamente, essas concessões como forma de injetar dinheiro na economia através dos investimentos em infra-estrutura e redução do Custo Brasil chegaram tarde, o país está com seus piores resultados a cada trimestre que passa! O Governo acreditou que o PAC resolveria esse problema eternamente, e ficou batendo na tecla do Pré-Sal, e esqueceu de reagir!
Dilma, ta demorando pra fazer substituições nessa equipe econômica!

Postagens populares

Visitantes

Google+ Followers

Translate