sábado, 30 de novembro de 2013

'Black Friday' gera mais de 5,6 mil reclamações

A "Black Friday" gerou 5.602 reclamações dos consumidores em 18 horas da promoção – que teve início à 0h desta sexta-feira (29), segundo o Reclame Aqui. No ano passado, o site registrou 8.000 reclamações nas 24 horas da promoção, considerando todas as empresas.
As reclamações deste ano, no entanto, incluem o site e também o RA Chat, canal que integra os chats das lojas com o Reclame Aqui.
Por volta das 12h, a quantidade de queixas contra as dez empresas que lideram esse ranking já era recorde em relação à média diária de queixas contra essas empresas ao longo do ano, aponta o site especializado no recebimento de reclamações e termômetro para a reputação de empresas.
O Brasil reproduz, mais uma vez, um evento do consumo americano, a moda brasileira, que vem gerando ano após ano muitas críticas, pois ao contrário do que acontece no país que criou o evento Black Friday aqui às lojas subestimam a inteligencia do consumidor, e criam promoções pouco "ou nada" vantajosas!

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Sob polêmica, Congresso promulga PEC que acaba com voto secreto para cassação.

O Congresso promulgou no começo da tarde desta quinta-feira (28) a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que acaba com o voto secreto nos processos de cassações de mandatos e em votação de vetos presidenciais, mas a falta de clareza no texto da proposta pode evitar que a medida seja de fato colocada em prática. Por se tratar de uma PEC, o texto não precisa ser sancionado pela presidente da República e, após promulgado, já está em vigor.

Os presidentes da Câmara, Henrique Alves (PMDB-RN), e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), assinaram a emenda constitucional 76/2013 que "abole a votação secreta nos casos de perda de mandato e de apreciação de veto presidencial", mas não prevê de forma expressa que o voto terá de ser aberto. (GRIFO NOSSO)

O Congresso promulgou no começo da tarde desta quinta-feira (28) a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que acaba com o voto secreto nos processos de cassações de mandatos e em votação de vetos presidenciais, mas a falta de clareza no texto da proposta pode evitar que a medida seja de fato colocada em prática. Por se tratar de uma PEC, o texto não precisa ser sancionado pela presidente da República e, após promulgado, já está em vigor.

Ironicamente ou não???


Antes da sessão de promulgação, o presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), minimizou a polêmica. "A Constituição prepondera sobre qualquer regimento, não há dúvida sobre isso. Ela é a lei maior do país. Fundamental que tenhamos voto aberto para cassação e para apreciação de vetos. São conquistas que temos que comemorar. O regimento não vai revogar a Constituição." (GRIFO NOSSO)

Aprovação da PEC no Senado

Em uma sessão tumultada, o plenário do Senado aprovou com mudanças em segundo turno na terça-feira a PEC que acaba com o voto secreto no Legislativo.
O texto-base da PEC, de autoria do ex-deputado Luiz Antônio Fleury (PTB-SP), que a propôs em 2001, foi aprovado por 58 votos a favor, quatro votos contra e nenhuma abstenção. A matéria estabelece que serão abertas as votações de cassações de mandatos parlamentares e de vetos presidenciais.
A proposta de por fim ao voto secreto ganhou força no Congresso após a sessão em que a Câmara, no final do mês de agosto deste ano, manteve o mandato do deputado Natan Donadon (sem partido-RO), condenado pelo STF (Supremo Tribunal Federal) a 13 anos de prisão por peculato e formação de quadrilha. Na opinião de especialistas, o voto aberto poderia ter evitado esse resultado.
Na Integra:  Uol Notícias
Resumindo: Voto secreto será terá BRECHAS (Quando interessar usamos o que diz a constituição, Quando não interessar, votamos abertamente!) E assim, os nossos parlamentares usam a lei em seu benefício!

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Videversus: SENADO APROVA USO DE ASSINATURA ELETRÔNICA PARA AP...

Videversus: SENADO APROVA USO DE ASSINATURA ELETRÔNICA PARA AP...: A coleta de assinaturas para projetos de lei de iniciativa popular, como por exemplo o que resultou na Lei da Ficha Limpa, poderá ser feita ...

Black Friday vem aí


Apesar das reclamações sobre maquiagem de descontos em 2012, o Black Friday, dia de megapromoções - cópia da tradição norte-americana - caiu no gosto do consumidor brasileiro. Com destaque para o comércio eletrônico, as vendas na data por aqui crescem ano após ano. Alguns varejistas prometem descontos de até 80% nesta sexta-feira 29 de novembro, e se preparam para apagar a imagem de ‘Black Fraude’ que ficou do ano passado.

O Procon da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) orienta os consumidores a pesquisar antes de comprar o produto desejado, inclusive nas lojas físicas. Segundo o coordenador do Procon Assembleia, Marcelo Barbosa, essa busca é importante porque já houve constatação da prática de maquiagem de preços pelas empresas, ou seja, o preço é aumentado previamente e no dia da promoção é ofertado o “desconto”. Ele ainda destacou que, para evitar compras por impulso, é preciso avaliar se é realmente necessário adquirir o produto.


Outra dica é a lista do Procon-SP com 325 sites que não são recomendados para compras online. Essas lojas de e-commerce acumulam queixas de consumidores e apresentaram irregularidades, principalmente a falta de entrega do produto. Antes de comprar, portanto, cheque as informações sobre o fornecedor.

EM

Odebrecht apostando no crescimento do Agronegócio (Folha)

O diretor da Odebrecht Transport Renato Melo disse, após a sua empresa vencer o leilão rodovia BR-163, no Mato Grosso, que a aposta da sua empresa é no crescimento do agronegócio na região.

A empresa baiana ganhou ao oferecer um pedágio de R$ 2,63 a cada 100 km, com um desconto de 52% sobre o teto indicado pelo governo.

"A região tende a ter um crescimento do PIB maior do que o do PIB brasileiro. Estamos estudando isso há mais de um ano e meio. Por isso a nossa oferta. Nossos concorrentes acordaram um pouco mais tarde para isso."

Segundo ele, o pedágio deve começar a ser cobrado no 18º mês a partir do início da concessão. O contrato determina que isso aconteça quando 10% das obras de duplicação da rodovia estiverem prontas. A Odebrecht administrará a rodovia por 30 anos.

Na semana passada, a Odebrecht já tinha feito uma oferta de R$ 19 bilhões pelo aeroporto do Galeão, no Rio, um valor quase 300% acima do lance mínimo.

Sobre o apetite da empresa, Melo disse que a empresa deve continuar perseguindo projetos de infraestrutura que considere atraentes. O governo deve leiloar novas rodovias até o final do ano, como a continuação da BR-163 no Mato Grosso do Sul e a BR-040 entre Brasília e Juiz de Fora.

folha

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Em severa crítica à Igreja, papa apresenta maior reforma do Vaticano em meio século


A escolha dos fiéis que deveriam comungar também é atacado pelo papa. “A Eucaristia não é um prêmio para os perfeitos, mas um generoso remédio e um alimento para os fracos”, alertou.

MSN

Exortação apostólica "Evangelii Gaudium" ("A Alegria do Evangelho"), do Papa Francisco 

-Reforma: "A pastoral exige o abandono do confortável critério pastoral do 'nós sempre fizemos assim'. Convido a todos a serem audaciosos e criativos neste dever de repensar os objetivos, as estruturas, o estilo e os métodos. Convido cada um a aplicar com generosidade e coragem as orientações deste documento, sem interdições nem medos."

-Pecado: "O confessionário não deve ser uma câmara de tortura." "A prestação de contas e a responsabilidade de uma ação pode ser diminuída ou eliminada pela ignorância, inadvertência, violência, medo, hábitos, afeições desordenadas, e outros fatores psíquicos ou sociais."

- Sacramentos: "Aquele que busca a Deus não deve encontrar a frieza de uma porta fechada. Mas há outras portas que também não devem permanecer fechadas. Até mesmo as portas dos sacramentos não devem se fechar por qualquer razão."

- Aborto: "Por se tratar de uma questão que diz respeito à consistência interna da nossa mensagem sobre o valor da pessoa humana, não devemos esperar que a Igreja mude a sua posição. Esta questão não está sujeita a supostas reformas ou modernizações. Não é um progresso resolver problemas eliminando vidas humanas. Mas também é verdade que pouco fazemos para apoiar adequadamente as mulheres que se encontram em situações adversas em que o aborto é apresentado a elas como uma solução rápida para sua angústia profunda, especialmente quando a vida crescendo nelas é o resultado de uma violência ou em um contexto de extrema pobreza. Quem pode não entender estas situações dolorosas?"

- Ordenação das mulheres: "O sacerdócio é reservado aos homens, como sinal do Cristo casado e envolvido com a eucaristia, é uma questão que não se discute."


Postagens populares

Visitantes

Google+ Followers

Translate